Ontem (30 de Março) tivemos um meetup na comunidade WordPress em São Paulo focado em linha de comando e ferramentas feitas em CLI (Command Line Interface) para gerenciar sites feitos usando o CMS WordPress.

Durante essa apresentação eu comentei como instalar e usar as seguintes ferramentas:

Os slides também estão disponíveis no SlideShare.

WP-CLI

Gerenciando o WordPress pela linha de comando

WP-CLI é uma interface de linha de comando para WordPress que permite que você faça diversas ações sem precisar abrir o navegador.

Assim como o WordPress, o WP-CLI é um projeto de código aberto que você pode contribuir.

Instalação

Requisitos:

  • Sistema UNIX ou Windows com suporte limitado.
  • PHP 5.4 ou superior.
  • WordPress 3.7 ou superior.
# Baixando o pacote
curl -O https://raw.githubusercontent.com/wp-cli/builds/gh-pages/phar/wp-cli.phar

# Teste o arquivo Phar para ver se está funcionando
php wp-cli.phar --info

# Mova o arquivo executável para seu PATH
# para poder usar o comando wp
chmod +x wp-cli.phar
sudo mv wp-cli.phar /usr/local/bin/wp

# Teste para ver se tudo funciona
wp --info

A Anyssa Ferreira fez um post sobre o WP-CLI em que ensina a configurar o WP-CLI em ambientes Windows.

Atualização

Depois de instalado, a atualização é bem simples.

wp cli update

O que o WP-CLI pode fazer?

  • Baixar, instalar e atualizar o próprio WordPress. `wp core`
  • Instalar, desinstalar, ativar, desativar e remover temas e plugins. `wp theme` e `wp plugin`
  • Instalar e remover pacotes de idiomas. `wp language`
  • Gerar miniaturas de imagens. `wp media`
  • Gerenciar o conteúdo de posts, páginas e demais tipos de post. `wp post`
  • Importar ou exportar o conteúdo do site. `wp import` e `wp export`
  • Gerenciar o cache e transients. `wp cache` e `wp transient`
  • Ações no banco de dados usando as informações contidas no wp-config.php. `wp db`
  • Criar, atualizar ou remover usuários e suas permissões. `wp user`
  • Criar códigos de base para plugins, tipos de post, taxonomias, plugins, temas filhos etc. `wp scaffold`
  • Search-replace e muito mais. `wp search-replace`

A lista completa de comandos pode ser acessada no próprio site do WP-CLI.

Utilização básica

Fazendo download dos arquivos do WordPress para seu computador, configurando e instalando.

# Baixando os arquivos do WordPress para seu computador
wp core download --locale=pt_BR
 
# Preencher o arquivo wp-config.php com suas informações
wp config create --dbhost=host_do_db --dbname=nome_do_db --dbuser=usuario_do_db --dbpass=senha_do_db --locale=pt_BR
 
# Instalando o WordPress
wp core install --url="http://localhost" --title="Site de exemplo" --admin_user=usuario --admin_password=senha --admin_email=seu@email.com --skip-email

Mais conteúdo sobre o WP-CLI

Há algumas semanas atrás, o Felipe Elia publicou um vídeo e post bem interessantes sobre como criar um arquivo .sh para automatizar a instalação do WordPress com plugins e temas.

O Marcos Schratzenstaller fez uma apresentação com diversos exemplos de como usar o WP-CLI no WordCamp Porto Alegre 2018.

WPScan

Testando a segurança do site

O WPScan é uma ferramenta gratuita para fins não comerciais de testes de vulnerabilidades criada por profissionais de segurança e administradores de sites.

Utiliza as informações do site WPScan Vulnerability Database.

Instalação

Requisitos:

  • Ruby 2.3 ou superior.
  • Curl 7.21 ou superior.
  • RubyGems mais recente.
# Instalando pelo RubyGems
gem install wpscan

# Instalação alternativa com Git
git clone https://github.com/wpscanteam/wpscan
cd wpscan/
bundle install && rake install

Atualização

A atualização é feita pelo próprio RubyGems.

gem update wpscan

Utilização básica

Lendo algumas informações de um site.

# Acessando um site para ver as informações de servidor, plugins e temas
wpscan --url exemplo.com.br

# Listando usuários
wpscan --url exemplo.com.br --enumerate u

# Vendo mais comandos
wpscan --help

EasyEngine

Linha de comando para gerenciamento de servidores

É uma interface de linha de comando focada em criação e gerenciamento de sites em servidores. É mantido pela rtCamp.

Instalação

Pode ser instalado em macOS, Linux ou qualquer outra plataforma que suporte PHP e Docker.

# Instalando o EasyEngine no Linux
wget -qO ee rt.cx/ee4
sudo bash ee

# Instalando o EasyEngine no macOS
brew install easyengine

Atualização

O EasyEngine pode se auto-atualizar com o seguinte comando:

ee cli update

Utilização básica

Comando para criar um site WordPress usando cache Redis e certificado gratuito do Let’s Encrypt.

ee site create example.com --type=wp --cache --ssl=le

A lista completa de comandos pode ser acessada aqui.

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.