Minhas sugestões de fones de ouvido

Com o passar dos anos, acabei adquirindo alguns fones de ouvido e decidi escrever sobre eles e minha paixão por música.

Desde minha infância, música tem sido muito importante em minha vida. As recordações mais remotas que tenho como apreciador de ondas sonoras organizadas em melodias me colocam ao lado do toca-discos da família com um fone de ouvido Sony over-ear na cabeça e o cabo (aquele todo enroladinho) balançando entre o pequeno Rafael e a estante.

Para mim, aquele fone e os sons reproduzidos por ele eram tão grandes quanto o amor a música que tenho tido desde então.

Com o passar dos anos, acabei adquirindo alguns fones de ouvido para continuar vivendo a experiência de apreciar canções da melhor forma possível, porém, utilizei os fones dados como brinde em celulares por muito tempo. Caso sua realidade atual seja em utilizar os fones que vieram com seu celular, não há nada de errado nisso. Continue apreciando suas músicas como puder!

Como já tive e ainda tenho alguns fones, deixarei aqui as sugestões daqueles que mais me impressionaram para que você possa analisar caso esteja pensando em trocar os seus.


Fones On-ear (supra auricular)

Os fones on-ear são os que possuem almofadas que ficam sobre as orelhas, não envolvendo-as.

Koss – Porta Pro

Utilizei esse headphone por muitos anos como monitor de palco e de referência em estúdio para produção musical. Apesar de cumprir muito bem o uso mais profissional, como fone de ouvido do dia-a-dia ele acaba deixando a desejar já que, por ser aberto, o vazamento de áudio é bem grande podendo incomodar quem esteja ao redor.

Não se engane com a construção do Porta Pro que parece ser bem simples pois ele apresenta recursos muito bem pensados e executados com maestria como a regulagem de pressão (comfortZone) e como é dobrado para armazenamento em uma sacola de tecido que acompanha o produto.

O único ponto ruim desse fone é que o cabo não é destacável como todos os demais fones cabeados dessa lista.

JBL – J55

Fone com ótima construção, cabo muito resistente e graves impressionantes. O J55 me acompanhou pelos ônibus e trens da Grande São Paulo diariamente por vários anos e ainda o utilizei para gravar e mixar o álbum Submerso que lancei em Maio de 2021.

Infelizmente, não consegui localizar nenhum link para ele mas, caso você o encontre à venda, compre sem medo pois vale a pena.


Fones Over-ear (circo auricular)

Fones over-ear possuem uma almofada maior em relação aos fones on-ear e isso faz com que a orelha toda fique dentro da almofada. Isso ajuda no isolamento passivo de ruído e melhora o conforto pois as orelhas não são pressionadas.

Bose – QuietComfort 25

Esse foi o primeiro fone que tive com cancelamento ativo de ruído (ANC – Active Noise Cancelling) e mudou completamente minha experiência em voos com longas horas de duração já que ele consegue eliminar quase que completamente o ruído da turbina do avião permitindo que você descanse melhor. Devido o ótimo ANC, você não precisa de muito volume para ouvir suas músicas ou assistir um filme durante o voo.

Apesar de ter um dos melhores cancelamentos de ruído que já experimentei, ele é extremamente leve e confortável. Daqueles que você coloca na cabeça e esquece que está usando.

Ele foi fabricado pela Bose até 2019 quando foi substituído pelo modelo 35, porém, ainda é possível achar unidades novas com um preço mais em conta em algumas lojas.

Originalmente, é um fone somente cabeado mas pode ser convertido para Bluetooth com um adaptador como este da Bolle&Raven.

JLab Audio – Flex Sport

Comprei o Flex Sport para usá-lo em atividades físicas porque um de seus recursos é ter as espumas destacáveis e laváveis. Ele vem com uma bolsa de tecido que, além de ser usada para transporte, é onde você coloca as espumas para serem lavadas na máquina de lavar roupas.

Além de ter as espumas removíveis e laváveis, o fone é Bluetooth, muito confortável, leve e a pressão do arco pode ser ajustada trocando a banda plástica acoplada ao arco (ele vem com duas peças para o arco, uma flexível e outra mais rígida).

Sennheiser – Momentum 3

Após usar o J55 para gravar minhas músicas, senti que eu precisava de um fone com uma equalização um pouco mais equilibrada e flat porque o JBL puxa muito para os graves. Como eu também estava procurando por um fone para uso diário no escritório que tivesse cancelamento ativo de ruído e tivesse uma boa resposta sonora, eu me apaixonei pelo Momentum 3.

Apesar de ser um fone Bluetooth com uma duração de bateria sensacional, ele também pode ser usado com o cabo que o acompanha. Outro item que acompanha o Momentum 3 é esse estojo bonitão que, apesar de lembrar uma marmita de vez em quando, é bem elegante e suficiente para proteger os fones quando dobrados.

Kuba Audio – Disco 2 Pro

Enquanto eu pesquisava por novos fones e acabei comprando o Momentum 3, eu conheci a primeira versão do Kuba Disco. Embora eu não tenha optado por comprar o Kuba Disco na época porque eu queria um fone Bluetooth, eu fiquei admirado com a proposta da Kuba Audio (uma empresa brasileira) de construir o seu último fone de ouvido já que todas as peças podem ser substituídas facilmente e estão disponíveis no site da empresa.

Quando o Disco 2 foi lançado e a empresa comunicou que as conchas já seriam compatíveis com o arco Bluetooh que lançarão no futuro, eu não tive dúvidas, comprei o Disco 2 da Kuba Audio e alguns acessórios como o estojo, cabo de 3 metros com conexões profissionais e cabo com microfone para uso em reuniões.

O Kuba Disco 2 é um fone topo de linha que entrega o mesmo som por 1/3 do preço de outros fones.


Fones In-ear (intra auricular)

Os fones in-ear possuem uma ponta emborrachada ou de espuma que entra no canal auditivo (ouvido) criando um isolamento melhor do que outros modelos.

KZ – ZST

Esse modelo da KZ tem um ótimo custo benefício e é um dos monitores de palco mais baratos atualmente. Embora ele seja barato, o cabo é removível, a qualidade sonora impressionante e o encaixe na orelha muito bom quando você se acostuma com ele.

Caso você queira um fone cabeado intra auricular, esse é o melhor para mim.

Skullcandy – Smokin’ Buds 2

Como os fones supra e circo auriculares não são muito confortáveis para a prática de corrida, eu escolhi esse fone para tal.

O fone é Bluetooth e pode ser encaixado atrás das orelhas (como óculos virados para trás) ou na base do pescoço, passando muito mais confiança de que não cairá em corridas na rua ou na esteira.

Além de ser bem prático, o som também é muito bom.

JLab Audio – JBuds Air Sport

O som desse fone é muito bom, o encaixe por cima das orelhas passa mais confiança do que buds Bluetooth convencionais, porém, o carregamento do estojo precisa de atenção: ele só pode receber até 1A.

Sim, queimei meu case carregador após alguns meses de uso e não se encontra peças de reposição 🙁

QCY – HT01 C

Para mim, esse é o supra sumo dos fones intra auriculares. O HT01 C da QCY é Bluetooth, True Wireless, pequeno, encaixa bem nas orelhas, tem um ótimo som, a bateria dura bastante, tem proteção IPX5 e ele ainda tem cancelamento ativo de ruído.

Tudo isso por 1/10 do preço de fones com as mesmas características de outras marcas.


Espero que você tenha curtido o conteúdo e que ele tenha te ajudado a tirar algumas dúvidas. Você tem algum fone preferido? Comente aí abaixo 🙂

Crédito da imagem destacada: Pexels > Lukas Hartmann

Deixe uma resposta

Esse site utiliza o Akismet para reduzir spam. Aprenda como seus dados de comentários são processados.

%d blogueiros gostam disto: